Ontem fomos visitar o Badoca Parque.Começamos por enganar-nos no caminho,não havia placas com a publicidade e a única que encontramos dava-nos informação errada.Pelas nossas contas,íriamos demorar 1.30 a 2h,só chegamos lá ao fim de 3h.Quando finalmente "aterramos" era hora de almoço.Esta parte correu muito bem,pois a malta já tava com fome e vai daí toca a fazer um pic-nic á sombra duma bela árvore.
A seguir ao almoço rumamos até ao safari,pois era com hora marcada.Qual não foi o nosso espanto,quando aparece uma sra a "avisar-nos" de que aquele tractor estava reservado para a "excursoonn" dela.Porque á entrada havia reservado e pago!!??Então e as outras pessoas que lá estavam e nós?? Pulamos a cerca e não pagamos?!Santa paciência...Há gentinha parva em todo o lado!!
O safari achei interessante,mas havia poucos animais.Além de zebras,gnus,búfalos,tigres,avestruzes e a girafa badoca que estava lá longe,não vimos mais nada.
A seguir fizemos um passeio pelo parque,aí vimos animais pequenos(cabras anãs,ovelhas,póneis).
Nessa altura estávamos todos cheios de calor e resolvemos ír refrescar-nos no rafting africano.Foi agradável levarmos com uma onda e ficarmos todos molhados(levei uma t-shirt e calções na mochila a pensar que isto podia acontecer).
Chegamos atrasados ao espectáculo das aves de rapina,mas mesmo assim gostei.
"O maravilhoso mundo dos primatas",como está na publicidade,conseguimos descobrir três chimpanzés.O local era numa área redonda mas não conseguiamos dar a volta porque havia uma corda no caminho,ficamos com pena.
No geral,achei que poderia haver mais espécies de animais e shows.
O que nos "salvou" o dia foi lembrarem-se de irmos comer uma boa mariscada(quem não gosta,comeu bife) num restaurante muito agradável e barato.
A companhia era ´boa e vinho também!!!


Raúl Teixeira nasceu em Niterói ,no Estado do Rio de Janeiro.
É licenciado em Física,mestre em Educação e Doutor em Educação.Exerce o cargo de professor na Universidade Federal Fluminense.
É director da Sociedade Espírita Fraternidade,onde desenvolve um trabalho de assistência a crianças carentes e a seus familiares,apoiando-as material e moralmente.
Raúl Teixeira é um dos oradores mais requisitados no Brasil e fora,tendo visitado todos os Estados e 40 países.Psicografou diversas obras,ditadas por vários Espíritos,num total de 28 livros publicados até ao momento.Alguns já estão traduzidos para o espanhol,o inglês e o italiano,sendo todos os direitos pertencentes ao "Remanso Fraterno",para atendimento dos seus serviços.

Este Senhor consegue fazer com que me sinta muito em paz comigo e com o mundo.Já tinha assistido a uma palestra o ano passado,e tive a mesma sensação.
Hoje foi sobre o "Sentido da Vida Familiar".Achei muito interessante.
Lembro-me de perguntar a mim mesma:porque tinha nascido nesta família e não noutra?? Achava eu que as outras tinham menos problemas...que na maioria das vezes,não é nada assim!!

Há alguns anos atrás,percebi que fui EU que escolhi a família onde quis nascer.Era nesta que poderiam ensinar-me aquilo a que me propus aprender nesta vida.




Agora este é o meu lema!Não desistir,nunca.Mesmo que o adversário pareça um monstro.Temos forças escondidas que quando necessárias,elas vêm ao de cima.Acontece comigo,e com todos nós.O mais importante,além de termos amigos a incentivar-nos é não termos alguém a dizer que não somos capazes!!
Acreditar,acreditar, acreditar!
Quando estive de férias com os meus amigos de quatro patas,reparei que o paddy deveria saber á partida que não tinha mais força que o ramsey.Mas,não era por isso que ele desistia de puxar a corda.Nunca.Por mais que o outro puxasse,ele simplesmente não largava.Foi um bom exemplo para mim.
Por vezes,quando os nossos adversários parecem-nos monstros,(só)temos de ser persistentes e acreditar que somos capazes de vencê-los.
Desistir,NUNCA!!!


Estou triste.Muito triste.Ontem passou por cá, uma amiga que estava em baixo.Disse-me que teve consulta no dia anterior e as análises não estavam muito bem.
O resultado do exame só chegou nesse dia,mas á tarde.A Dra marcou-lhe consulta para hoje.
Pediu-me para ír com ela.Não sei se eu era a melhor companhia.Porque,tenho consciência que nos momentos mais delicados,por vezes abstraio-me da situação.Sei que é uma maneira que tenho de proteger-me.Ao contrário de muitas pessoas,nas alturas mais criticas da minha vida,é quando me apetece andar,correr,apanhar ar,sol,vento e assim não ter tempo para pensar.Assim quando consigo racicionar a "coisa" já não parece tão negra.
Como é possivel estar numa folha de papel o resumo da nossa vida nos próximos meses??


Amiga,sabes que nunca estás sozinha?? Além dos amigos que tens aqui para pedires ajuda...do outro lado,tens os teus anjos da guarda!!Estão sempre,sempre contigo...nunca te abandonam.
O caminho que tens de percorrer não vai ser fácil,tu sabes,mas vais viver um dia de cada vez.E,sempre,sempre a pensar na VITÓRIA!!


"Faça este teste:imagine que é o único sobrevivente de um naufrágio.Vive solitário numa ilha virgem,abandonada,desconhecida,fora do mapa.Está muito só e pede a Deus que resolva o seu problema.
De repente,Deus aparece e diz-lhe:Muito bem,ouvi o seu pedido e vou fazer um clone de si mesmo.
Gostaria de viver com uma pessoa igualzinha a si,com as mesmas qualidades,defeitos,complicações,beleza,conhecimentos,temperamento,impulsos,depressões,alegrias,risos,mentalidade - ou suplicaria que Deus desistisse de tamanha desgraça?"

Este texto foi retirado do livro"Como usar o seu poder para qualquer coisa"
de Lauro Trevisan.Ele pede-nos para decidir em cinco minutos.

Eu,própria de ínicio achei que era uma boa idéia ter alguém como companhia igualzinha a mim.Mas,comecei a lembrar-me não-só das minhas qualidades,mas também de alguns defeitos e como de vez em quando sou impulsiva.
Percebi que não seria nada fácil.
Percebi,também que preferia um clone de mim mesma,á companhia de muita gente que anda por aí,com a mania de que é perfeita.

De manhã,acordei super bem disposta.Mas esta boa disposição acabou umas horinhas depois.Há algum tempo atrás,a minha unha do pé caíu,e quando começou a crescer ía ficando "enterrada" na carne,a chamada unha encravada.Pois,então,o que menos me apetecia era andar com dores no pé.Vai daí,resolvi marcar um tratamento na podologista.Marquei-o para a parte da manhã,até aqui correu tudo lindamente,a Dra que tratou da unhaca era super simpática e não magoou muito.Na altura do pagamento é que achei um abuso.Aquilo nem demorou 30minutos e pediu-me €45,ou sou eu que ando a receber pouquinho,ou anda tudo doido.
A parte da tarde correu melhor,também se fosse igual,enfiava-me em casa sem saír durante uma semana.
Fui fazer uma sessão de reiki na AOA.Como eu gosto disto,porque além de descansar fisicamente,a minha carola sai de lá renovada.

"Depois de algum tempo,

você aprende a diferença,a subtil diferença

entre dar a mão e acorrentar a alma.

E você aprende que amar não significa apoiar-se,

e que companhia nem sempre significa segurança.

E começa a aprender que beijos não são contratos

e presentes não são promessas.

E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida

e os olhos adiante com a graça de um adulto

e não com a tristeza de uma criança.

E aprende a construir todas as suas estradas

porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos

e o futuro tem o costume de caír a meio do vôo.

Depois de um tempo,


você aprende que até o sol queima

se ficar exposto durante muito tempo.

Portanto,plante o seu jardim e decore sua alma,

em vez de esperar que alguém lhe traga flores.

E você aprende que realmente pode suportar...

Que realmente é forte e que realmente tem valor..."



William Shakespeare


Depois de estar algumas semanas no campo,comecei a sentir saudades do mar.Quando vim para casa nem tive tempo de fazer-lhe uma "visita".
Os dias seguintes,foram caóticos. Consulta,exame,palestra,curso de reiki,aulas de pintura.Ontem á noite quando vi na minha agenda que tinha o dia livre,tratei logo de arranjar "coisas" para fazer.Mas que me dão prazer.A seguir ao pequeno-almoço(é pena que por lá não haja nada saudável para comer),toca a ver o mar,depois um passeio e a seguir um almoçinho com uma amiga(encontrei por lá mais duas amigas) no vegetariano.
Ah,como é bom estar e sentir-me FELIZ!!!


Hoje fiz o curso de reiki.Já há algum tempo pensava fazê-lo,mas ou não me sentia preparada ou as pessoas que faziam não me inspiravam.
Gostei muito.Èramos um grupo pequeno.Ainda bem,porque estar no meio de muitas pessoas por vezes cansa-me.
Quando soube que era o dia inteiro,o meu primeiro pensamento foi de que saía de lá toda partida.Mas não.Pelo contrário,saí de lá muito leve,descontraída e feliz.

Neste momento,estou a armar-me em camela e beber litro e meio de água.É necessário para o "contraste" dar a volta ao corpinho.Ainda bem que está calor,assim torna a coisa mais fácil,eheheheh.
Correu lindamente a picadela.Foi logo á primeira.Assim é que é.
A malta gosta destas pontarias dos enfermeiros.
Agora é só esperar duas horas e enfiar-me dentro da máquina.


David Servan-Schreiber é médico,investigador e autor do livro"Anti Cancro-Um novo estilo de vida".
Ele próprio teve cancro há quinze anos e mais tarde uma recidiva.Descreve o confronto com a doença e como a superou.
"Existe um cancro adormecido em todos nós.À semelhança de todos os seres vivos,o nosso organismo produz constantemente células defeituosas.È assim que surgem os tumores.Mas o nosso organismo também está equipado com mecanismos que detectam e controlam essas células.No Ocidente,uma pessoa em cada quatro morrerá de cancro,mas três em cada quatro não morrerão.Os seus mecanismos de defesa entrarão em acção,e elas morrerão devido a outras causas".
Li-o já há algum tempo,e volto a ler quando tenho dúvidas nalguma situação sobretudo a nível de alimentação.Toda a gente deveria lê-lo e não-só quem tem cancro.
Este Sr.está em Portugal,num congresso.Tenho pena de não assistir.
Ontem quando marcaram o exame,percebi o motivo pelo qual não vou puder lá estar.
Nada é por acaso.


De manhã,lá fui á consulta(oncologia).Apesar dos nervos e de esperar algum tempo (+ou - 1h) numa cadeira nada confortável,entrei no consultório com um sorriso.Às vezes,fico surpreendida comigo.Desde,que comecei nestas andanças de exames,tratamentos e afins carrego sempre comigo um livro ou uma revista.Assim,o tempo parece que passa mais rápido.Também,dão jeito quando não nos apetece conversarmos com o vizinho do lado(ás vezes só sabem dizer porcaria)e fingimos estar muito interessadas na leitura.Raramente isto acontece,mas quando é necessário temos de saber dar a volta.
Em relação á consulta,correu muito bem.Levo sempre na agenda as minhas dúvidas,não vá dar-me um ataquinho de amnésia,e esquecer-me de algo muito importante.Na semana anterior á consulta faço uma lista e vou escrevendo á medida que me lembro.As análises estão boas,os valores tumorais estão dentro dos valores normais.Espero que continuem assim,ou ainda melhor que desçam.A nível hepático está tudo bem(yyyyuuupppiii).
Para ficar tudo bem,quero que a mancha que detectaram no osso da anca DESAPAREÇA.
Amanhã vou fazer a cintigrafia óssea(foi marcada hoje).Mais uma noite mal dormida.
Mas,se é para fazer que seja o mais rápido possível.
Vou pedir (mais uma vez),ajuda aos meus anjos da guarda.Preciso muito deles,e os enfermeiros também.Não sei,onde vão arranjar veias.Ai,Ai.
Mas,mesmo com esta nuvenzinha negra,apetece-me pular e cantar...lálálálá.



Obrigada,mãe.Por existires,e por tudo o que tens feito por mim.Principalmente nos últimos dois anos e meio.
Feliz dia.


Já estou em casa.Depois de quinze dias de férias,uma semana em casa e novamente férias,estava com saudades das minhas músicas,livros e dos meus incensos.Gosto de laurear,mas,só durante algum tempo,depois começo a ficar saudosista.
Correu tudo muito bem. Adorei.Ontem fiquei felicíssima,pois o télélé não tocou,e,assim não precisei levar mais picadelas.Amanhã lá estarei na consulta, nervosa.
Espero conseguir dormir bem,porque na véspera de consultas ou tratamentos,por vezes torna-se muito difícil.


Hoje de manhã liguei para o hospital para confirmar se a consulta de oncologia é esta semana.Fiquei a saber que é na próxima quinta-feira.Ainda bem,porque preciso falar com a médica com mais calma e num local mais apropriado(no último tratamento falei com a dra no corredor).Não gostei mesmo nada,
quando ficaram em dúvida se faço análises amanhã??? Por favor...já faço tantas vezes análises,não podem aproveitar o sangue daqueles tubinhos que sacam daqui quase todas as quintas-feiras!!! Esta semana estava de férias das picadelas.Se não ligarem do hospital até ao fim do dia,só tenho a consulta.Por favor,telefone NÃO TOQUES!!!



Ontem comprei a revista "telenovelas" pela primeira vez.Foi por uma boa (causa), entrevista.Esta sra Manuela Matias,faz parte de um grupo de teatro(Rosa Esperança)formado não por actrizes,mas por 7 mulheres que tiveram cancro na mama e contam a sua própria experiência.Tive o previlégio de conhecer algumas delas quando estiveram cá no Algarve,com a peça de teatro a convite da AOA.
Na entrevista relata-nos o medo que teve ao saber da doença.E,fala-nos acerca do Projecto Luz,uma associação que tem como missão apoiar o doente oncológico e as suas familias.


Está um sol lindo lá fora...e aqui estou eu,em casa com pouca vontade de saír!!
Não é justo.Esta constipação veio de mansinho;primeiro dor de garganta,depois tosse e finalmente,ou seja,hoje pinga no nariz.
Pensei que ía saír daqui morena,qual quê??
Na semana passada,esteve sempre muito frio.Nesta,apetece-me estar deitada na cama a ouvir os passarinhos.Também,não posso queixar-me muito,sempre é melhor que ouvir a vizinha de cima,eheheh!!





Habituava-me a esta vidinha num instante!!



Ah,mas que maravilha! Aqui,consigo relaxar a sério.Não ter nada para fazer agora,dá-me muito prazer.Mas,nem sempre foi assim.Quantas vezes,não tendo nada para fazer,"inventava" qualquer coisa para estar ocupada nos minutos ou horas seguintes.Ou melhor,para não pensar nos problemas.Como,se assim conseguisse resolvê-los?!
Agora,consigo ficar o dia todo a "ronronar".Aproveito melhor os dias livres,(sem picadelas,análises e tratamentos).Deveria ter sido sempre assim??Claro,que sim.Mas só quando estive lá no fundo,é que percebi o quanto nos faz falta o descanso.Vou ali,apanhar um solinho e estar...simplesmente sem fazer nadica de nada.

Agora,volta e meia dá-me para fazer bolos.Estou a ficar preocupada,nunca fui assim,aliás antes da minha doença surgir,acho que tinha feito dois,e não ficaram "grande coisa".Não sou do género de substituir as emoções por doces ou comida.Quando apetece-me comer,como. Nunca precisei de "desculpas".Esta parte está bem resolvida.
Dou por mim,á procura de novas receitas para testá-las.Estou aqui desde quarta-feira e já fiz um bolo de iogurte com limão,que ficou uma delícia(parece mentira,porque como não utilizo açucar pensei que ficasse uma boa porcaria!!),e hoje fiz bolinhos de côco,também sem açucar,para eu puder comê-los,eheheh! Os próximos vou utilizar açucar,assim nem irei prová-los!
Como o tempo continua fresquinho,enquanto amasso e o forno está ligado,fico mais quentinha.E,aqui o dia é mais longo...dá para fazer tanta coisa!!!
Espero que durante o fim-de-semana a temperatura suba,senão a minha roupa começa a ficar apertadinha(a sorte é que agora adoro andar de fato de treino).



Frio!Muito frio!! Acordei assim,gelada.Mas o que se passa? A temperatura voltou a baixar?? Ou sou eu que já não estou muito bem?! Ontem começou a doer-me a garganta...Ai,ai,não estou a gostar nada disto.
Porque voltei para o campo para descansar e não para ficar doente.O mais engraçado disto tudo é que a roupa que trouxe é um pouco(muito!!!)fresca.Na última vez que estive aqui vim carregada de calças e casacos e andei quase todos os dias de calções.
Desta vez,trouxe roupa fresquinha.Tão fresquinha que ando a tremer de frio.Estóu a pensar acender a lareira...Acho mesmo uma boa idéia.


Dia de neura.Não sei o que se passa comigo,tou naqueles dias NÃO.O que aconteceu? nadica de nada.Além de ter dormido um pouco menos que o normal.Isto deveu-se á unhaca do pé,começou a crescer e dói-me um pouco,principalmente quando estou deitada.É o que dá mexer-me bastante ao dormir.
Sinto-me esquisita,fico com aquele humor de m****.Não faço ideia donde veio,mas amanhã espero ter desaparecido.Porque assim desta maneira,fica difícil aturar-me.


Estou zen.Hoje de manhã fui á loja de pintura procurar material para a próxima aula.Decidi fazer uma moldura,para a minha sala.Quero aprender uma técnica nova,há algum tempo atrás experimentei no vidro e não gostei nadinha,(se não gostar desta enfio-a na gaveta e assunto arrumado).
A seguir fiz o último tratamento de hidrodetox.Lá por ter sido o último,a água não ficou nada com bom aspecto,até pelo contrário.Mas,o que é que eu estava á espera??Nos últimos meses levei três contrastes no bucho,e aquilo não sai assim tão facilmente.Estou a pensar em descansar um mês ou dois e voltar á carga novamente.
Ao almoço tive o previlégio de ter a companhia duma amiga(obg dra.) que tem sempre a agenda tão ocupada,que senti-me muito importante ao conseguir roubar-lhe uma horita.A conversa foi muito agradável(viajar=comida=Itália,uhhhmmm que inveja).
Na parte da tarde,fiz mais uma sessão de reiki na AOA.Consegui relaxar ainda mais.
Gosto muito de fazer ali,mas é uma pena o hospital(HBA),onde faço os tratamentos de quimio não aceitar o reiki como complemento.Algumas enfermeiras do hospital de dia,fazem-no voluntariamente na AOA,a quem muito agradeço.È pena alguns médicos estarem contra estas terapias nos locais onde iriam ajudar tantos pacientes.Mas,enfim temos que saber conviver com todos aqueles que só conseguem olhar em frente(com palas nos olhos)e não evoluem minimamente.È TRISTE,muito triste.


"Nestes últimos vinte e nove anos,desde que co-fundou o Omega Institute-actualmente o maior centro do mundo de retiros espirituais e crescimento pessoal-,Elizabeth Lesser tem sido testemunha do modo como as pessoas resistem á mudança e á transição."
Bastou-me ler este pequeno texto,na contracapa para saber que este livro iria ajudar-me a mudar a minha maneira de pensar,sobretudo nesta altura da minha vida.

"Percebam isto,há pessoas saudáveis e pessoas doentes:a trama é a mesma para todos.Nascemos;vivemos;iremos morrer.Aqueles entre nós com uma doença crónica detêm uma vantagem sobre as pessoas saudáveis.Não estou a tentar pintar um quadro bonito desta porcaria desta doença,nem da condição de ninguém,mas para aqueles que vivem com uma doença crónica a trama é mais simples,e,em alguns aspectos importantes mais(será que me atrevo a dizê-lo?)fácil.
Ao perder em certos aspectos,ganhamos noutros.Temos a vantagem de viver na faixa da esquerda,de prego a fundo.Vivemos a realidade de ter a noção perfeitamente clara de que os nossos dias nos escorrem pelas mãos como a areia que escorre por uma ampulheta."

Ontem quando li esta descrição sobre doença e morte,fiquei petrificada.Comecei a pensar desta maneira quando fiquei doente.Não foi logo a seguir,porque nessa altura ficamos em choque,mas,mais tarde quando as ideias começam a clarear.Percebo,que para a maioria,isto seja confuso.Mas não é.Vivemos,como todos deveriamos viver...com a consciência que tudo isto,mais cedo ou mais tarde acaba.



Esta tela foi pintada a aerógrafo pelo homem cá de casa!Até parece uma casa de artistas,eheheh.
Ofereceu-ma numa altura menos boa,em que andava lá por baixo devido aos efeitos da quimio.
Adorei o trabalho final,não-só pela imagem em si,mas pelo significado que ela carrega.
Mas,o "anjo" cá em casa és tu.Mesmo naqueles dias,em que eu própria não me aturava,tu sempre o conseguiste fazer...e sempre com um sorriso,ou melhor com uma piada parva,onde era"obrigada" a soltar uma gargalhada,mesmo sem motivos para tal.


Há algum tempo atrás pensei tirar um curso de pintura.Mas,havia sempre algo que me impedia,ou ficava mais em baixo e não suportava os cheiros das tintas e vernizes,ou na altura que começavam não dava jeito financeiramente(o material aconselhado é caro).Houve um altura que fiz a inscrição e fiquei á espera quatro meses e nada de curso.Quando já tinha perdido a esperança,eis que me liga a sra onde costumo comprar algum material,a informar-me que ia dar aulas ao sábado á tarde.E,assim lá vou eu aprender a fazer coisas giras(espero que sim),e aliviar o stress da semana.


De manhã lá fui eu outra vez ao hospital.Às vezes tenho a sensação que não saio de lá.Fui fazer um ecocardiograma,e,está tudo bem com o meu coração.Faço-o de três em três meses,desde que iniciei o herceptin.Pelas minhas contas acabo este tratamento em Agosto,se assim for só falta três meses...Yuppii,a partir de agora só quero notícias boas.Vou pedir muitoooo aos meus anjinhos da guarda,para que aquela mancha que viram no osso da anca não seja nada.Bom mesmo,era que desaparecesse até fazer a cintigrafia óssea.


"Posso ter defeitos,viver ansioso
e ficar irritado algumas vezes mas
não esqueço de que a minha vida é a
maior empresa do mundo,e posso
evitar que ela vá á falência.
Ser feliz é reconhecer que vale
a pena viver apesar de todos os
desafios,incompreensões e períodos
de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos
problemas e se tornar um autor
da própria história.É atravessar desertos
fora de si,mas ser capaz de
encontrar um oásis no recôndito
da sua alma.
È agradecer a Deus a cada manhã
pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios
sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um não.
É ter segurança para receber uma crítica,
mesmo que injusta.
Pedras no caminho??
Guardo todas,um dia vou construir
um castelo..."


Fernando Pessoa


Hoje ando nas nuvens!Sinto tanta paz,felicidade e alegria dentro de mim que tenho a sensação de"rebentar" a qualquer momento.E,isto tudo deve-se a quê??Ao resultado do exame...Tá tudo bem a nível hepático,dizia-me a dra pela manhã no corredor do hospital.SIM,SIM,SIM.
Sonhei tantas vezes com esta resposta.Pedi tantas vezes aos meus anjos da guarda e ao universo que me ajudassem,porque como qualquer ser humano muitas vezes fui abaixo.Eles conspirararam todos a meu favor.Nem o facto da dra ter dito que no exame encontraram um ponto no osso da anca,conseguiu tirar tudo aquilo de bom que estava a sentir na altura.È indiscritivel.Para quem anda nisto há já algum tempo,como eu,sabe o que é que isto siginfica.Vou continuar a fazer tratamentos,mas estes são de prevenção e os efeitos secundários são minimos em comparação com os outros.Agora toca a sonhar com o final de tudo isto.Vou continuar a pedir ajuda a todos os meus amigos e ao Universo!!Para todos eles o meu muito OBRIGADA!!!


Depois de passar uns dias tão relaxantes...vieram as chatices!!
A vizinha de cima podia ter esperado uns diazinhos para fazer barulho durante a noite.Mas não.Logo na primeira noite,que até tinha pensado como era bom voltar a dormir na minha caminha...pimba!Toma lá,o som da televisão em altos berros e gavetas a abrirem e a fecharem.Já conseguia dormir por volta das 10h.Á quanto tempo!!!Acabou-se,a velha que vive por cima de mim não quer.Estou mesmo a ficar farta desta m****toda.
O que me salvou hoje de ficar todo o dia de mau-humor,foi a sessão de reiki que fiz durante a tarde.
Amanhã é dia de picadelas e espero conseguir falar com a médica para finalmente saber o resultado do exame(aquele que fiz há 3 semanas).
Será que esta noite consigo dormir??Espero que sim,mas antes vou tocar á campaínha da vizinha.


E,assim passei 10 dias mararavilhosos.Apanhei sol,relaxei,passeiei,meditei e li.Ah,já me esquecia e comi...muito.
Agora toca a arrumar tudo e ìr ao aeroporto.Não,não sou eu que vou de férias novamente(não me importava nada),vou buscar os meus amigos que chegam hoje.
Amanhã volto á realidade...Até ao final da semana tenho dois tratamentos e ecodopler.
Vou ali á piscina apanhar meia horita de solinho e despedir-me desta casa maravilhosa e dos amigos de quatro patas.



Enquanto andava ás compras no supermercado,deparei-me com este livro. Numa edição pocket,ora deste tamanho só conhecia duma determinada editora,que além de não gostar de quase nenhuns livros as letras eram tão pequeninas que só conseguiamos ler com a ajuda duma lupa.Depois de comprar este,já vi outros titúlos bastante sugestivos,e assim além de serem mais baratos,ocupam menos espaço nas prateleiras(que estão a ficar lotadas)e pesam menos na mala.Fiquei com o hábito de levá-los para todo o lado,principalmente quando vou a consultas e fazer exames médicos.
Recomendo,apesar de não ser o meu género de leitura ultimamente gostei muito.
"Ria e marylin não se conhecem-vivem a milhares de quilómetros de distância,separadas pelo oceano Atlântico;uma numa grande e acolhedora casa vitoriana em Tara Road,Dublin,a outra numa casa moderna em Nova Inglaterra.Seria difícil encontrar duas mulheres mais diferentes:a vida de Ria centra-se na sua família e nos seus amigos,enquanto a de Marylin conheceu muito sofrimento.Mas quando cada uma delas precisa se saír do ambiente que as rodeia,uma troca de casas parece ser a solução ideal.Juntamente com as casas emprestadas surgem os vizinhos e os amigos,os mexericos e as especulções quando Ria e Marylin trocam de casas durante o Verão..."



Pois,eu pedi á minha mãe uma sopinha...



Depois de ler isto,fiquei com a ideia que o ideal seria ninguém ter patrão!!
Trabalhavamos todos por conta própria,faziamos os nossos horários...e o principal não aturavamos colegas e patrões.Viviamos com mais sorrisos na cara!!È que ás vezes não é nada facil.Por momentos achei que seria a solução para a maior parte dos problemas.Mas também sei,que é IMPOSSÌVEL!

100medodeviver

O 100medodeviver nasceu para mostrar a todas as pessoas com cancro que não é o fim ...mas,sim o príncipio de uma nova vida,com muitas emoções á mistura.
Não estar sempre a pensar na doença e fazer "coisas"que realmente adoro, é neste momento o meu lema de vida.
Aproveitar a vida a 100%.

Hoje é um dia maravilhoso porque eu decido que assim seja

O passado é passado e não se pode mudar.Este momento presente é o único que posso experimentar

Acerca de mim

A minha foto
Tenho 35 anos,vivo um dia de cada vez,desde outubro de 2007 quando foi me diagnosticado cancro da mama,mas eu quero vencer esta luta!!

Tudo o que somos é resultado do que pensamos.

eu tambem luto...

srborralho@hotmail.com

Obrigada Lina

Oferta da amiga Natália

Oferta da amiga Ana Camões

A minha menina

Seguidores


"Fomos feitos para sermos diferentes,portanto,não se culpe.Aceite e aprove o que você é."Louise L.Hay

As pétalas da flor de lótus abrem-se para o sol,como a nossa alma abre-se para a energia divina.

"Seja a mudança que você quer ver no mundo". Dalai Lama

"Aquele que nunca viu a tristeza,nunca reconhecerá a alegria."Khalil gibran

"A vida não exige das pessoas o que elas ainda não têm condições de dar."Zibia Gasparetto

"O rio atinge os seus objectivos,porque aprendeu a contornar obstáculos."

"Tudo o que somos é resultado do que pensamos."Buda

"A morte é a mudança completa de casa,sem mudança essencial da pessoa."Chico Xavier

"Não existe um caminho para a felicidade.A felicidade é o caminho"Mahatma Gandhi

"O que conduz o mundo é o espírito e não a inteligência".Antoine de Saint Exupery

No yoga,casa asana é um modo de estar para chegar a um modo de ser.

"O silêncio é a mãe da verdade."

A minha Lista de blogues


As imagens aqui publicadas são retiradas da net